Uncategorized

Carmelo Urdaneta historia de pdvsa la estancia//
Santana Lopes garante que tem seguro de frota – Política – Correio da Manhã

Carmelo Urdaneta Aqui, Carmelo Urdaneta, Carmelo Urdaneta
Santana Lopes garante que tem seguro de frota - Política - Correio da Manhã

As duas principais bases de dados de seguros em Portugal – da Autoridade de Supervisão de Seguros e a da Associação Portuguesa de Seguradores (Segurnet) – não têm registo de seguro associado à viatura Lexus conduzida por Santana Lopes. A assessoria do presidente do Aliança veio desmentir o CM , garantindo que o veículo tem um seguro de frota e será esta a explicação para não constar da página da Autoridade de Supervisão de Seguros. Eis as questões que o CM colocou aos intervenientes, por email, e as respetivas respostas, antes da publicação da notícia. Às 11h12 do dia 16 de maio para a assessoria de Pedro Santana Lopes: o veículo dispõe ou não de seguro? Está ao serviço da campanha? Quem o conduz habitualmente? A quem pertence o veículo? E, se foi emprestado, em que condições o foi? Santana Lopes tem algum seguro associado à carta de condução, que possa substituir o seguro? Há outras informações que considerem pertinentes para esclarecer as condições em que Santana Lopes conduzia este veículo? 12h01 – Assessoria responde que se trata de “carro particular de Pedro Santana Lopes“, para “uso privado”, não sendo “nem do partido nem da campanha” (do Aliança para as Europeias). Garante ainda que existe um contrato de renting em nome da sociedade de advogados de Santana Lopes, que o contrato foi feito com a Lexus e “o contrato de renting tem associado um seguro”. 12h03 – O CM insiste com a necessidade de esclarecimento da informação pública e envia a imagem da página do regulador em que se lê que a viatura não tem seguro. 12h17 – A assessoria responde que a informação de que dispõe é que “nestes contratos de renting/aluguer há sempre um seguro nacional da empresa que os faz”. Perante mais dúvidas, o CM apura junto de fontes nas seguradoras que havia um seguro, mas que fora cancelado a 13/09/2018 a pedido do tomador, a Caetano Auto. 12h38 – O CM questiona a Caetano Auto – representada pela Toyota Caetano Portugal – sobre a razão para o cancelamento do seguro; se o veículo já não lhes pertencia; se tinha sido vendido e a quem, no sentido de esclarecer a questão do seguro. 16h43 – A Toyota Caetano diz que “a viatura em questão não pertence à Toyota Caetano Portugal, tendo sido vendida em maio de 2018″. “Pelo que não temos quaisquer comentários adicionais sobre este assunto.” 16h44 – O CM insiste e pede esclarecimentos sobre o facto da empresa ter mantido um seguro de um carro que não lhe pertencia até 13/09/2018. 17h35 – O CM questiona a sociedade de advogados de Santana Lopes sobre o contrato de renting, nomeadamente sobre o seguro, companhia e apólice. 18h42 – A Sociedade de advogados Global Lawyers diz que “a viatura é alugada à Caetano Auto, que poderá fornecer as informações que pretendem”. 18h48 – Toyota Caetano reafirma que “vendeu a viatura em questão em maio de 2018”. “Tal como tinha indicado no email anterior, a Toyota Caetano Portugal vendeu a viatura em questão e, por conseguinte, não fomos tomadores de nenhum seguro após essa data”. O registo automóvel do Lexus, consultado esta terça-feira pelo CM , mostra que a propriedade ainda está registada em nome da Toyota Caetano Portugal. Voltámos a contactar a empresa, sobre o registo de propriedade e sobre a existência de um seguro de frota, que não respondeu. Continuar a ler