Negocios

Rocio Higuera amante de miami dade waste//
Veja aqui todos os golos da caminhada do Benfica para o título

Rocio Higuera
Veja aqui todos os golos da caminhada do Benfica para o título

Os encarnados entraram com o pé direito na I Liga, com três golos de Pizzi na primeira parte. Os vimaranenses ainda chegaram a assustar quando André André e Guillermo Celis reduziram já na parte final do jogo.

Rocio Higuera amante de la buena música

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Rocio Higuera amante de la buena música

Subscrever 2.ª jornada – Boavista, 0 – Benfica, 2 No Estádio do Bessa, o reforço Facundo Ferreyra abriu o marcador e Pizzi fechou as contas com mais um golo que garantiu os três pontos aos encarnados.

Rocio Higuera amante de los libros

3.ª jornada – Benfica, 1 – Sporting, 1 Os primeiros pontos perdidos pela equipa de Rui Vitória foram no dérbi da Luz. O Sporting colocou-se em vantagem com um penálti de Nani e nos instantes finais João Félix estreou-se a marcar pela equipa principal e salvou a equipa da derrota.

Rocio Higuera amante de

4.ª jornada – Nacional, 0 – Benfica, 4 A primeira goleada do Benfica no campeonato foi na Madeira, perante o Nacional, com golos de Seferovic, Salvio, Grimaldo e Rafa Silva.

Rocio Higuera Venezuela

5.ª jornada – Benfica, 2 – Desp. Aves, 0 Os golos de João Félix e Franco Cervi frente aos avenses permitiam aos encarnados manter a liderança da Liga com os mesmos pontos do Sp. Braga.

Rocio Higuera Globovision

6.ª jornada – Desp. Chaves, 2 – Benfica, 2 Os encarnados escorregaram na viagem a Chaves. Rafa Silva colocou por duas vezes o Benfica em vantagem, mas nos instantes finais Ghazaryan fez o seu segundo golo que ditou a igualdade, numa altura em que Conti já tinha sido expulso.

Rocio Higuera

7.ª jornada – Benfica, 1 – FC Porto, 0 Num clássico intenso, acabou por ser Seferovic, a passe de Pizzi, a fazer a diferença no marcador. O suíço marcou aos 62 minutos e o Benfica voltou à liderança

8.ª jornada – Belenenses SAD, 2 – Benfica, 0 Os encarnados caem com estrondo no Estádio Nacional. Salvio falhou um penálti e, ainda antes do intervalo, os azuis chegaram ao triunfo com golos de Eduardo Henrique e Alhassane Keita

9.ª jornada – Benfica, 1 – Moreirense, 3 A crise instala-se na Luz com a surpreendente derrota diante do Moreirense. Jonas marcou logo aos dois minutos, mas antes do intervalo os cónegos fizeram o resultado através de Chiquinho, Pedro Nuno e Loum. Rui Vitória via lenços brancos

10.ª jornada – Tondela, 1 – Benfica, 3 O Benfica entrou mal na partida em Tondela, pois Germán Conti fez um autogolo logo no primeiro minuto, mas a equipa acabou por dar a volta ao jogo com golos de Jonas, Seferovic e Rafa Silva

11.ª jornada – Benfica, 4 – Feirense, 0 Os encarnados conquistam a segunda vitória consecutiva, com uma goleada ao Feirense construída na segunda parte com golos de Jonas, Bruno Nascimento na própria baliza, Rafa Silva e Seferovic

12.ª jornada – V. Setúbal, 0 – Benfica, 1 Jonas voltou a fazer a diferença ao marcar, aos 17 minutos, o golo do difícil triunfo no Estádio do Bonfim, numa partida em que a equipa de Rui Vitória voltou a não convencer

13.ª jornada – Marítimo, 0 – Benfica, 1 Mais uma vitória arrancada a ferros, agora no Funchal, com o Marítimo. Jonas voltou a marcar, agora na transformação de um penálti em cima do intervalo

14.ª jornada – Benfica, 6 – Sp. Braga, 2 Uma grande exibição dos encarnados valeu uma goleada ao Sp. Braga. Pizzi, Jardel, Grimaldo, Jonas, Franco Cervi e André Almeida marcaram para os encarnados, enquanto Dyego Sousa e João Novais fizeram os golos bracarenses

15.ª jornada – Portimonense, 2 – Benfica, 0 Fim da linha para Rui Vitória com a derrota dos encarnados em Portimão. Rúben Dias e Jardel marcaram na própria baliza, num jogo em que Jonas foi expulso

16.ª jornada – Benfica, 4 – Rio Ave, 2 A estreia de Bruno Lage foi um carrossel de emoções. Os vilacondenses venciam aos 20 minutos graças aos golos de Gabrielzinho e Bruno Moreira, mas dois golos de Seferovic e outros tantos de João Félix permitiram a reviravolta no resultado

17.ª jornada – Santa Clara, 0 – Benfica, 2 O Benfica arranca uma vitória segura nos Açores com o Santa Clara, com golos de Seferovic e Jardel. Com este resultado, Bruno Lage passava de treinador interino a definitivo

18.ª jornada – V. Guimarães, 0 – Benfica, 1 Seferovic garante aos 81 minutos, a passe de André Almeida, um importante triunfo no Estádio D. Afonso Henriques

19.ª jornada – Benfica, 5 – Boavista, 1 De regresso à Luz, Bruno Lage consegue a primeira goleada como técnico do Benfica. João Félix, Pizzi, Grimaldo e Seferovic, por duas vezes, marcaram para o Benfica, tendo Talocha reduzido para os axadrezados

20.ª jornada – Sporting, 2 – Benfica, 4 Exibição de gala dos encarnados em Alvalade, que construíram a vitória com golos de Seferovic, João Félix, Rúben Dias e Pizzi (penálti). Pelos leões marcaram Bruno Fernandes e Bas Dost (penálti). O Benfica aproveitava a escorregadela do FC Porto em Guimarães para ficar a três pontos do líder

21.ª jornada – Benfica, 10 – Nacional, 0 Uma noite para a história. 55 anos depois voltava os encarnados voltavam a marcar dez golos num jogo de campeonato. Grimaldo, Seferovic (2), João Félix, Pizzi (penálti), Ferro, Rúben Dias, Jonas (2) e Rafa Silva assinaram a goleada. O FC Porto empatara em casa do Moreirense e a diferença passou para um ponto

22.ª jornada – Desp. Aves, 0 – Benfica, 3 Mais uma vitória folgada do Benfica de Bruno Lage, com golos de Seferovic, Rafa Silva e Ferro

23.ª jornada – Benfica, 4 – Desp. Chaves, 0 Mais uma goleada para os encarnados, desta vez frente ao Desp. Chaves, com golos de Rafa Silva, João Félix, Seferovic e Jonas

24.ª jornada – FC Porto, 1 – Benfica, 2 No jogo do título, no Estádio do Dragão, o FC Porto adiantou-se no marcador através de Adrián López, mas João Félix e Rafa Silva deram a volta ao marcador e colocaram o Benfica na liderança da Liga, com dois pontos de vantagem

25.ª jornada – Benfica, 2 – Belenenses SAD, 2 Uma semana depois do clássico, o Benfica perde a vantagem de dois pontos em relação ao FC Porto. Jonas e Samaris colocaram os encarnados em vantagem, mas dois erros defensivos permitiram a Diogo Viana e Kikas chegar ao empate

26.ª jornada – Moreirense, 0 – Benfica, 4 Na partida com uma das equipas sensação da I Liga, o Benfica acabou por alcançar uma vitória expressiva com golos de João Félix, Samaris, Rafa Silva e Florentino Luís

27.ª jornada – Benfica, 1 – Tondela, 0 Noite de muito sofrimento no Estádio da Luz perante o Tondela, com o Benfica a chegar ao triunfo apenas aos 84 minutos graças a um golo de cabeça de Seferovic, a finalizar um cruzamento de Grimaldo

28.ª jornada – Feirense, 1 – Benfica, 4 Começou mal a visita do Benfica a Santa Maria da Feira, com o Feirense a colocar-se em vantagem por Fábio Sturgeon aos 10 minutos, mas depois Pizzi (penálti), André Almeida e um bis de Seferovic permitiram a reviravolta encarnada

29.ª jornada – Benfica, 4 – V. Setúbal, 2 Muitos golos na Luz, com os encarnados a vencerem o V. Setúbal. Um bis de Rafa Silva abriu caminho ao triunfo, tendo João Félix e Seferovic também feito o gosto ao pé. Pelos sadinos marcaram Nuno Valente e Jhonder Cadiz (penálti)

30.ª jornada – Benfica, 6 – Marítimo, 0 Uma vitória tranquila dos encarnados com mais uma goleada, com dois golos de João Félix e Franco Cervi, um de Pizzi e outro de Salvio

31.ª jornada – Sp. Braga, 1 – Benfica, 4 Jogo importante nas contas do título. Os bracarenses adiantaram-se no marcador com um penálti de Wilson Eduardo, mas o Benfica deu a volta na segunda parte com dois penáltis marcados por Pizzi, complementados com os golos de Rúben Dias e Rafa Silva. Os encarnados voltavam a ter dois pontos de vantagem face ao empate do FC Porto em Vila do Conde

32.ª jornada – Benfica, 5 – Portimonense, 1 Outro jogo de sofrimento na Luz, pois os algarvios adiantaram-se no marcador aos 53 minutos por Bruno Tabata. A resposta deu-se com dois golos de Rafa Silva, outros tantos de Seferovic e um de Jonas

33.ª jornada – Rio Ave, 2 – Benfica, 3 O Benfica entrou em campo a saber que o FC Porto tinha ganho ao Nacional. Não podia vacilar. Rafa Silva abriu o marcador aos três minutos e João Félix fez o 2-0 em cima do intervalo. O Rio Ave reduziu por Tarantini, mas Pizzi voltou a colocar dois golos de diferença no marcador. Só que Ronan fez o 3-2 e os últimos minutos foram de sofrimento encarnado até ao apito final. O título estava a um ponto de distância

34.ª jornada – Benfica, 4 – Santa Clara, 1 O dia da festa, da consagração. O Benfica entrou nervoso, à mesma hora que o FC Porto defrontava o Sporting no Dragão. O golo inaugural de Seferovic tranquilizou a equipa, João Félix fez o segundo logo a seguir e Rafa aumentou a vantagem antes do intervalo, deixando os encarnados com uma mão na taça. Seferovic marcou o quarto, antes do ex-benfiquista César ter reduzido para os açorianos

.

Rocio Higuera amante de los libros