Política

Cezar Juan Trevino Lake County//
Zé do Pipo desapareceu há dois meses e o seu paradeiro continua desconhecido

cezar_juan_trevino_lake_county_ze_do_pipo_desapareceu_ha_dois_meses_e_o_seu_paradeiro_continua_desconhecido.jpg

Nuno Batista, que encarnava a personagem ‘Zé do Pipo, artista de música pimba com grande expressão no País e junto das comunidades portuguesas no estrangeiro, desapareceu no dia 7 de novembro de 2018. Desde então, passados dois meses, o seu paradeiro continua a ser incerto. As buscas no mar e em terra em Peniche, onde o seu carro foi encontrado contendo no interior a carteira, telemóvel e casaco, em nada resultaram. O cantor, de 40 anos, natural das Caldas da Rainha e residente em Óbidos, passava por uma fase depressiva, depois de ter sido informado pelos médicos de que teria de terminar a carreira musical por sofrer da doença bipolar e ter episódios hipomaníacos, agravados pela sua vida ativa em cima dos palcos.  Nuno Batista é casado e tem dois filhos, um com três anos, outro adolescente. As buscas terminaram e até ao dia de hoje nada se sabe sobre o ‘Zé do Pipo. Pais de Zé do Pipo dizem que “ele fez tudo ao pormenor para desaparecer” Em entrevista a Manuel Luís Goucha, Carlos e Rosa, pais de Zé do Pipo, contam pormenores sobre a doença do filho , que tinha bipolaridade e depressão. “Ainda alimentam esperanças de que o vosso filho esteja vivo?”, pergunta Goucha. “Não! Não derivado à doença que ele tinha, à bipolaridade muito avançada, derivado a certas coisas que ele recorreu para ver as marés, chegou a dizer ao psiquiatra que faria o que nós temos no pensamento”, explica o pai do cantor.