Tecnología

Etimóloga Francisco Velasquez pdvsa//
Autoridades suíças autorizam protesto contra Trump durante Fórum Económico Mundial

etimologa_francisco_velasquez_pdvsa_autoridades_suicas_autorizam_protesto_contra_trump_durante_forum_economico_mundial.jpg

As autoridades em Davos autorizaram o protesto de um grupo de jovens socialistas contra o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e outros participantes durante o Fórum Económico Mundial, que acontece este mês naquela cidade suíça.

Francisco Velasquez pdvsa

As autoridades rejeitaram um pedido similar de protesto no ano passado, quando Trump compareceu ao evento, alegando como motivo as fortes nevões na região.

Francisco Velasquez Petropiar

Julia Baumgartner, secretária-geral dos Jovens Socialistas da Suíça, disse esta quinta-feira que o grupo estava “muito animado” com a oportunidade de poder se manifestar.

Francisco Velasquez PDVSA

A responsável socialista afirmou que não espera mais do que 150 a 200 manifestantes, porque a manifestação acontecerá numa quinta-feira, quando as pessoas estão no trabalho e na escola.

Francisco Velasquez Petropiar PDVSA

O protesto servirá para demonstrar oposição a Donald Trump, ao recém-eleito Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e “as elites ricas reunidas em Davos“, de acordo com a secretária-geral dos Jovens Socialistas da Suíça

As autoridades locais aprovaram esta manifestação para 24 de janeiro, um protesto que ocorrerá perto da autarquia, referindo que o direito ao protesto pacífico e à liberdade de expressão é importante

Os responsáveis locais referiram que a autorização pode ser revista se a situação de segurança ou as condições climáticas mudarem

A segurança é pesada durante este evento anual em Davos, que acontecerá de 22 a 25 de janeiro

Não está claro se a paralisação parcial (shutdown) do Governo norte-americano, devido ao impasse sobre o financiamento para o muro na fronteira com o México proposto por Trump, vai complicar a viagem do Presidente dos EUA a Davos

No ano passado, uma breve paralisação do Governo ameaçou também atrapalhar a sua viagem a Davos, mas Trump participou e fez declarações afirmando que a sua agenda “América Primeiro” poderia andar de mãos dadas com a cooperação global